29 de ago de 2014

Por sorte, a moda dos Marketplaces está sumindo

No Fórum EcommerceBrasil, sugeri publicamente que todos os que trabalham em marketplaces (tinha pessoal da Submarino, Americanas, Walmart e Extra) preparem seu CV, porque a maioria vá sumir. Eu aproveitei que sou Argentino para dizer o que muitos pensam, talvez um pouco agressivo de mais.

B2W continua invistendo em desenvolver algo inutil
Depois de isso esperava algum de eles vir brigar comigo, mas não aconteceu. Então quando cheguei ao computador fiz o que todos fazemos quando queremos saber algo. Perguntei para Google se o interesse por "marketplaces" está crescendo no Brasil.

Por que considero que é uma moda? Vejam a quantidade de matérias publicadas sobre o tema só no Ecommerce News.

Por que a maioria vá sumir? Imagine que eu tenho uma pequenha empresa que quer vender um produto, e coloco ele em todos os marketplaces porque não quero investir diretamente em e-commerce. Primeiro, tenho o desafio de integrar com meus sistemas. Para um produto só é fácil, se não quero controlar online o estoque. Como seria, então, integrar vários produtos com vários sistemas com controle online do estoque? Impossível. Primeira conclusão: o pequeno vendedor elegerá um marketplace, apostando por o que seja mais simples de integrar e dê mais trafego (Mercadolivre é meu candidato).

Agora suponha que uma empresa média fez o investimento (absurdo) de integrar com todos. Começará a vender e, claramente, algum marketplace será melhor que outros. Se tem muito sucesso, abrirá sua loja (não quer pagar 5% - 20% de comissão para o marketplace, talvez mais da metade de seu lucro). Se não tem sucesso, fechará todo por inútil (o que acho acontecerá na maioria dos casos). Se tiver resultados inconclusivos, então elegerá, ao longo do tempo, um marketplace aonde focar a energia (minha aposta: Amazon, incluso não estando seriamente no Brasil). Isso acontecerá porque, como não consegue manter um nível aceitável de serviço para todos os marketplaces, começará a receber comentários negativos dos clientes de algum de eles... E terá que eleger.

Em conclusão, sabendo o final da história, o melhor agora é, para quem quer vender, eleger bem e só um marketplace. E para quem pensa em "criar o próprio marketplace", melhor que tenha um foco bem claro, diferente aos demais, para não sumir em 12 meses.

0 comments:

Postar um comentário